Ogum

ogum

Ogum é o Orixá  da Guerra, o Senhor dos metais e do ferro. Guerreiro, general destemido e estratégico, é aquele que veio para ser o vencedor das grandes batalhas, o desbravador que busca a evolução. Ogum é o que vem primeiro, o que está sempre à frente, um líder nato. Ele conhece e domina todos os caminhos, por isso nunca se perde. Diante disso, cultuar Ogum é vital para quem quer conseguir vencer as suas batalhas com força, coragem e determinação. Ogum é aquele que sempre está de “ronda” para proteger os injustiçados, Ogum é a Lei e a Ordem. Ogum é o Orixá que vence demanda, que protege seus filhos e guarda sua casa. Seu sincretismo é São Jorge.

Ogum é sinônimo de Lei Maior, Ordenação Divina e retidão, porque é gerado na qualidade ordenadora do Divino Criador. Seu campo de atuação é a linha divisória entre a razão e a emoção e a ordenação dos processos e dos procedimentos. É o Trono Regente das milícias celestes, guardião dos procedimentos dos seres em todos os sentidos. Ogum não pode ser dissociado da Lei Maior, pois ele é a divindade que a aplica em tudo e a todos. Ele é a Lei reta, e tudo o que for “oposto” a ela deve ser anulado por Ogum; a Lei pede ordem em todos os sentidos. Dizemos que Ogum é, em si mesmo, os atentos olhos da Lei, sempre vigilante, marcial e pronta para agir. Ogum é a força que ordena tudo e todos. Ogum é sinônimo de lei e de ordem porque ele tanto aplica a Lei, quanto ordena a evolução dos seres, não permitindo que alguém tome uma direção errada. Por isto ele é chamado de “O Senhor dos Caminhos” (das direções); seu outro aspecto divino é o de aplicador “religioso” da Lei Maior.

Legiões de Ogum:

  • Ogum Beira Mar – atua sob a areia do mar- Reinos de Iemanjá e Omulu.
  • Ogum Sete Ondas –atua sob a energia das ondas – Reinos de Iemanjá e Oxalá.
  • Ogum Rompe-Matas – atua sob a energia das matas – Reinos de Oxóssi.
  • Ogum das Pedreiras – atua sob a energia das pedreiras – Reino de Xangô.
  • Ogum Megê – atua sob a energia da Calunga pequena (cemitério) na calçada que o cerca, diretamente com as almas – Reino de Obaluaê.
  • Ogum Naruê – atua sob a energia da Calunga pequena (cemitério), trabalhando basicamente no desmanche de magias negras – Reino de Omulu.
  • Ogum Matinata – atua sob a energia dos campos abertos e colinasReino de Oxalá. Não há muitos médiuns que conseguem tê-lo como Orixá de trabalho, pois são bastante raros e difíceis de incorporar.
  • Ogum Iara – atua sob a energia dos rios, lagos e cachoeiras – Reino de Oxum.
  • Ogum Delê – traz consigo a vibração pura de Ogum e trabalha em todos os pontos de força. É a própria Lei regendo reajustes cármicos.

Sincretismo: São Jorge
Sexo: Masculino
Trono: Lei
Cor:
Vermelho/Branco (vela bicolor)

Atuação: Lei, ordem e proteção
Ferramentas/Oferendas: Alguidar, cará, ferramentas de ferro e metal (idé, espada, lança, escudo, enxada, facão, ponta de flecha), dendê, mel, cerveja branca, arroz, palito 
Flor: palma branca, palma vermelha, rosa vermelha, rosa branca
Ervas principais: espada de São Jorge, aroeira, quebra demanda, babosa, mangueira, abre caminho, guiné, comigo ninguém pode etc
Guia: Miçanga cristal vermelha e cristal branca
Local: Humaitá, trilho de trem, beira da estrada, campo aberto e encruzilhada
Comemoração: 23 de abril
Saudação Ogum: Ogunhê, meu Pai!

Clique aqui para conhecer a oração a Ogum